Serviços

Criação da Marca

icon-time-machine
criação de marca

Criação da marca: crie o rosto da sua empresa

O processo de criação de uma marca anda de mãos dadas com um bom plano estratégico de negócios. Quando uma empresa inicia as suas operações, ou decide reformular a sua apresentação visual, é preciso garantir que esta não seja mais uma na multidão! Isto, porque os consumidores escolhem produtos a partir de um valor percebido. Ou seja: a sua marca precisa de ir além e ter mais valor do que os seus produtos ou serviços!

Após definir os objetivos, a missão e os valores corporativos, é possível delinear uma identidade visual corporativa de destaque. Uma marca forte é aquela que conta a história da empresa e estabelece uma ponte de relacionamento com o público. Porém, muitos ainda perguntam: como criar uma identidade visual capaz de traduzir todo o potencial de um produto?

A pensar nesta grande missão, a nossa equipa preparou soluções e serviços especializados para ajudar na criação da marca da sua empresa. Estamos na estrada desde 2002 e orgulhamo-nos das inúmeras parcerias bem-sucedidas que conquistamos nos últimos anos.

Precisa de ajuda na criação da identidade visual da sua marca? Fale agora com os nossos especialistas!

logotipo ou logomarca?

Logótipo ou logomarca: qual a diferença, afinal?

Na hora de transformar ideias e conceitos em símbolos gráficos, muitos ainda têm dúvidas a respeito dos termos logótipo e logomarca. Eles são a mesma coisa? A resposta é não, e a explicação está na etimologia (origem) de cada palavra.

A palavra logótipo vem do grego e significa “símbolo de um conceito” (logos; conceito e typos; figura ou símbolo). Por outro lado, logomarca é uma palavra composta por uma palavra grega (logos) e outra germânica (mark). Ao analisar o termo como um todo, concluímos que logomarca quer dizer “significado do significado”. Trata-se então de um conceito redundante, porém, que é utilizada com popularidade.

Por isso, a terminologia mais adequada é logótipo ou apenas logo! Pois a palavra traduz uma ideia de representação de um significado. A criação do logótipo dá forma e personalidade para a representação gráfica de uma empresa.

Como fazer um logótipo: passo a passo

A criação de uma identidade visual corporativa envolve diversas etapas e elementos. O objetivo é desenvolver uma marca funcional, fácil de memorizar e forte o suficiente para se destacar no meio de todas as outras. Um design harmonioso, fortes estratégias de marketing e o uso de muita criatividade, são alguns dos pontos mais importantes do processo.

Apesar de parecer simples, a criação de uma marca exige um extenso trabalho de pesquisa, que parte de pressupostos teóricos do design e da psicologia, envolvendo semiótica, cor, composição e muito mais!

Saiba como funciona o desenvolvimento do “rosto” da sua empresa:

  • definindo as bases

    Definir as bases

    O primeiro passo do processo criativo da identidade visual é a definição da marca (logótipo + símbolo); símbolo (sinal gráfico) e logótipo (sinal de identificação). Para isso, realizamos pesquisas, procuramos referências, avaliamos tendências de mercado, refletimos sobre a representação visual, analisando se está de acordo com a “buyer persona”. Para obter uma conceptualização sólida, não poupamos esforços com brainstorms, esboços, listas de ideias e outras fontes de inspiração.
  • paleta de cor

    Escolher a palete de cores

    Após a definição dos elementos primários, é a hora de escolher a cor que vai despertar a perceção do público. A palete de cores institucional desempenha um papel importante na identidade visual corporativa. Cada cor aguça sensações distintas nas pessoas. Por isso, o ideal é escolher uma palete de acordo com a missão e o conceito da marca. Também elaboramos o manual de identidade visual. É a partir dele que é possível realizar a reprodução adequada da marca, dentro dos padrões e das regras pré-estabelecidas. Este documento fornece todas as especificações do formato, das escala de cores, da tipografia e de outras características relacionadas com a identidade visual.
  • escolhendo a tipografia

    Escolher a fonte tipográfica

    A tipografia, um dos pilares do design gráfico, possui uma aplicação bastante abrangente. A fonte utilizada caracteriza o conceito que a empresa deseja transmitir para o público. É preciso ser original, claro e objetivo na escolha da família tipográfica que vai representar a marca. O estilo e o arranjo das letras podem causar diversas sensações, desde segurança e seriedade, até instabilidade. É importante lembrar que além da marca, também é preciso definir estratégias: para os media offline e para os media digitais. Por último, é possível adicionar slogans, mascotes, grafismos e outros elementos no processo de criação de marca.
identidade visual

Como é o

A criação da marca, identidade visual e branding (como o público entende a marca) variam de acordo com o tipo de negócio. Um ótimo exemplo de branding é a nossa parceria com o Cuscuz Bacana, empresa que comercializa cuscuz doce de tapioca.

O desafio da marca foi o de reposicionar o seu produto, da rua para as prateleiras. Originalmente o cuscuz doce é vendido nas ruas do Rio de Janeiro. O Cuscuz Bacana trouxe uma proposta inovadora, industrial e escalável, produzindo o primeiro cuscuz gourmet. Nesta parceria, oferecemos todas as soluções, desde a embalagem, ao desenvolvimento social media, até ao site. Conheça o Caso Cuscuz Bacana.

A criação da marca é uma missão difícil!

Ainda tem dúvidas em relação à identidade visual da sua empresa? Pretende criar logótipos ou reformular a sua marca? Nós podemos ajudar: entre em contato com um especialista!

Fale com um especialista